obrigadapormeinspirar texto love

Desde o Primeiro Alô

23:10Huiolla Ribeiro


Fazia quanto tempo mesmo que não me sentia assim? Não me lembro. Fazia tanto tempo... Mas com ele foi diferente, desde o primeiro "oi", desde o primeiro "alô". Vi o quanto ele era diferente desde a primeira vez que nos falamos, mas, seria um pouco precipitado até pensar nisso naquela época, não queria decepções, nem ilusões... Queria mesmo era me surpreender.

E aquele garoto, meu caro, fazia isso muito bem. A cada conversa desembolada descobria algo sobre ele, e descobrir algo sobre ele era sinônimo de me apaixonar, cada vez mais. Ele era incrível, sabia como me fazer rir, e tinha o dom de saber o que dizer e quando dizer. Gostava das mesmas coisas que eu, adorava desenho e música boa, e até era fã da minha banda favorita. Andava de skate, jogava futebol e  ainda tinha tempo pra gosta de ler. 

Tinha algo nele que me atraia sempre que o via, seja por foto ou olhando de longe, era um magnetismo incrível, que me fazia arrepiar dos pés a cabeça, que me fazia sorrir sem motivo, que apertava o peito e fazia um nó na garganta. E foi a conta de nos aproximarmos que tive certeza: A eletricidade estática que nos envolvia era maior que qualquer coisa.


Obrigada por me inspirar hoje (e sempre). 

You Might Also Like

2 comentários

  1. "A cada conversa desembolada descobria algo sobre ele, e descobrir algo sobre ele era sinônimo de me apaixonar, cada vez mais." A melhor fase é essa *-*.
    Adorei o texto, Huiolla, parabéns!
    Beijo.

    ResponderExcluir

Educação é tudo.

Popular Posts

Tumblr

Formulário de contato